Páginas

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Três foram mortos neste final de semana  

em Mossoró


crimesfimdesemana
A Violência desenfreada que assola o município de Mossoró fez mais três vítimas fatais durante esse final de semana. Três pessoas foram assassinadas de forma violenta na terra de santa Luzia.
+ Francisco Antônio de Oliveira,33 anos de idade, morador da Rua Gilberto Miranda Bezerra,no bairro Santo Antônio,foi morto com cerca de três disparos de arma de fogo,fato ocorrido na rua Assis Silva,nas proximidades da praça do Conjunto José de Freitas Nobre no mesmo bairro onde morava,na noite de sexta feira,26 de Julho.
+ Rafael Antônio Lopes Barreto,de 32 anos de idade e que residia na  Rua Chico de Clara no Bairro Santo Antonio, em Mossoró,no interior Potiguar,foi morto vítima de espancamento na madrugada desta sábado 26 de Julho de 2014.
Tayro Bruno Duarte de Oliveira, 18 anos, morador da rua João Victor de Oliveira no bairro Belo Horizonte, foi alvejado com um disparo de arma de fogo na cabeça,fato ocorrido na Rua João Faustino de Morais,no bairro Lagoa do Mato e morreu após dar entrada no Hospital Tarcísio Maia.

Terror dos motoristas de ônibus é morto nas Rocas

 por Jacson Damasceno

 

Yuri tinha 15 anos e assaltava em ônibus na zona Leste da capital
Yuri tinha 15 anos e assaltava em ônibus na zona Leste da capital
Yuri tinha apenas 15 anos. Era órfão de pai e mãe e morava com um parente na rua do Motor, na praia do Meio.
Ainda com pouca idade decidiu ingressar na vida do crime. Dizia que aquela era a sua vida, pronto e acabou. E começou a assaltar. Assaltava, assaltava, até dar uma dor.Seu alvo preferido: os ônibus que passavam pela zona Leste e centro da cidade.
Foi preso várias vezes. Um dia deu uma entrevista na TV e disse que tinha assinado a carteira de trabalho na empresa do crime.
Lamentável.
Na última sexta-feira a vida fez o que a Justiça nunca conseguiu. Encerrou a vida de Yuri no crime.
O garoto foi assassinado por volta das 19h, na rua São Sebastião, nas Rocas. Dois homens em uma bicicleta mataram Yuri e ninguém tem nem pista de quem foi. O terror dos motoristas de ônibus foi alvo da mesma falta de segurança de que se beneficou tantas vezes.

A BELA DO CRACK E DA COCA

Fonte: J. Júnior

Uma mulher era quem transportava 03 Kg de drogas (1,5 de crack e 1,5 de cocaína) apreendido na BR 427 saída de Currais Novos sentido Acarí. Ela apresentou um documento com o nome de ANA COROLINA DE 27 ANOS e seria natural e residente em Natal.
Os Policiais receberam uma denúncia que um veículo Fiat Doblô roubado estaria vindo ao Seridó com foragidos da justiça e dois veículos com as mesmas características foram abordados e em um deles, estava a jovem que apresentou muito nervosismo e ao ser feita a revista em sua bolsa foi encontrado o entorpecente.
Como não havia plantonista na delegacia de Currais Novos a jovem foi encaminhada para Caicó onde foram feitos os procedimentos. Ela se recusou a dar mais informações sobre o destino e o receptador da droga. 
Policiais Militares de Parelhas e Acarí participaram das buscas e ainda estão em alerta sobre a possível vinda desses foragidos para nossa área.

FOTO: Noite de terror no Pajuçara acaba com um morto e dois feridos

Pajucara
Cedida
Uma noite de terror no Pajuçara na Zona Norte foi a deste domingo. A Festa do aniversário da comunidade acabou em tiros, correria, desespero e morte.
Mais de 1000 pessoas acompanhava uma apresentação cultural quando uma elemento chegou e começou a atirar num “inimigo” que segundo informações da polícia disputava com ele a venda de drogas na região, o tumulto foi geral. Um barraca foi derrubada, gente foi pisoteada e o saldo foi que o jovem de 15 anos que era o alvo veio a óbito no local mesmo, e mais duas pessoas foram alvejadas.
O que assusta não nem a disputa pela venda da droga, mais sim a falta de temor, a coragem de chegar num lugar público e abrir fogo contra tudo e todos, isso só mostra que a bandidagem não respeita mais ninguém não, virou rotina.

Ambulante irregular em Ponta Negra terá multa de até R$ 5 mil

Nadjara Martins
Repórter – Tribuna do Norte
Barracadas de ambulantes, quiosques irregulares, cadeiras e mercadorias nas calçadas deixarão a paisagem da orla de Ponta Negra a partir de agosto. Essa é a garantia das secretarias municipais de Meio Ambiente e Urbanização (Semurb) e Serviços Urbanos (Semsur), que ontem (26) iniciaram um plano de ordenamento do comércio informal da orla da cidade. Foram distribuídos panfletos com orientações aos ambulantes e quiosqueiros. O descumprimento das orientações resultará em multas que vão de R$1.423 a R$5.739, além da apreensão das mercadorias.
O Plano de Fiscalização das secretarias teve início em janeiro. Ontem, fiscais estavam em Ponta Negra
Foto Magnus Nascimento
O Plano de Fiscalização das secretarias teve início em janeiro, com ações pontuais de orientação aos quiosqueiros de toda a orla. Ontem foi a primeira atividade em Ponta Negra. Sob chuva forte, os fiscais percorreram parte da orla distribuindo 300 panfletos com orientações.  Atualmente, mais de 800 pessoas mantém atividades na orla, segundo a Semurb; destes, 400 chegaram a ser cadastrados entre março e abril, mas a ausência de fiscalização contínua proporcionou a chegada de novos ambulantes.
Regras
Nova regulamentação de quiosques, bancas de revistas e ambulantes
- É proibida a utilização do calçadão de Ponta Negra para
- Comércio informal do tipo camelô;
- Instalação de mesas removíveis, varais, carrinhos, trailers ou outros equipamentos que ocupem espaço
- Armazenar espreguiçadeiras, sombeiros, mesas e cadeiras
- Instalação de placas, tabuletas, letreiros, anúncios e cartazes
- Instalação de trailers e carros na faixa de areia da praia
- Instalação de qualquer estrutura física na praia
Autorizado em caráter provisório
- Uso da faixa de areia entre calçadão e enrocamento para instalação de até dez conjuntos de mesas e cadeiras
- Uso da faixa de areia para instalação de até quinze conjuntos de mesas e cadeiras
É permitidos
- O trânsito de ambulantes com equipamentos junto ao corpo na areia e no calçadão.

Homem é morto a tiros na zona Oeste de Natal

Crime aconteceu na manhã deste domingo (27) na Avenida 6.
Luiz Hernandes da Silva, de 22 anos, morreu no local.

Do G1 RN
Luiz Hernandes da Silva morreu no local (Foto: Kléber Teixeira/Inter TV Cabugi)Luiz Hernandes da Silva morreu no local (Foto: Kléber Teixeira/Inter TV Cabugi)
Um homem foi morto a tiros na manhã deste domingo (27) no bairro Dix-Sept Rosado, Zona Oeste de Natal. Luiz Hernandes da Silva, de 22 anos, caminhava pela Avenida 6 quando um homem em uma moto se aproximou e efetuou vários disparos. Pelo menos dois tiros atingiram a vítima que morreu no local.
A Polícia Militar informou que o rapaz era usuário de drogas. A informação foi confirmada pela família que ressaltou que ele não tinha passagens na polícia. O suspeito fugiu.De acordo com testemunhas, o suspeito ainda teria perguntado o nome da vítima e quando Luiz Hernandes respondeu o homem começou a atirar. Ainda de acordo com relato de testemunhas, a arma falhou e a vítima correu na tentativa de fugir, mas o suspeito o perseguiu e efetuou os disparos.

PM invade batalhão, queima motos e interdita via por 3 horas em Natal

Soldado da PM queimou três motos da Rocam no início da tarde.
Ele subiu na passarela da Av. Salgado Filho, que fechou nos dois sentidos.

Fernanda ZauliDo G1 RN
Soldado da PM se refugiu em passarela sobre a Av. Salgado Filho (Foto: Kleber Teixeira/Inter Tv Cabugi)Soldado da PM se refugiu em passarela sobre a Av. Salgado Filho (Foto: Kleber Teixeira/Inter Tv Cabugi)
Um soldado da Polícia Militar invadiu o batalhão da Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas (Rocam) em Natal na tarde deste domingo (27), ateou fogo a três motos da unidade, e fugiu em direção a Avenida Salgado Filho, onde se refugiou em cima da passarela. Policiais militares e bombeiros se mobilizaram para resgatar o PM, que foi retirado do local sem ferimentos após mais de três horas de negociação - a avenida precisou ficar fechada nos dois sentidos durante todo este tempo.
De acordo com o coronel Francisco Araújo, comandante da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, o soldado era da Rocam, mas há uma semana foi transferido para a Companhia de Guarda. "Ele entrou na Rocam hoje, jogou algo sobre as motos e tocou fogo. Em seguida fugiu correndo", disse o comandante.
Os policiais perseguiram o PM até a Avenida Salgado Filho, nas proximidades da Igreja Universal do Reino de Deus. "A PM se mobilizou para resgatar o policial e ele foi encaminhado para o Hospital Psiquiátrico João Machado", disse o comandante. O tráfego de veículos foi liberado na via  por volta das 15h.
Policial tocou fogo em três motos da Rocam (Foto: Divulgação/Polícia Militar do RN)Policial tocou fogo em três motos da Rocam (Foto: Divulgação/Polícia Militar do RN)

sábado, 26 de julho de 2014


Apesar da destruição, ninguém se feriu(fotos: Samara Damasceno)

Sala e um quarto foram atingidos pelo ônibus
Na tarde desta sexta (25), um acidente deixou a população da cidade de Pedra Preta apreensiva e assustada. Um ônibus de propriedade do Sr. Ivanildo mais conhecido por "Pequeno" ia subindo a ladeira da rua 04 de outubro quando faltou freios e desceu de ré atingindo a casa do casal, Buchudo e Ivone.
Buchudo estava em casa com os filhos, nora e o neto de poucos meses de idade quando ouviu a pancada do ônibus, não só ele, a pancada foi forte que até em outras ruas, os moradores ouviram... Por sorte ninguém se machucou.
Em conversa com alguns populares, o motorista do ônibus tentou o quanto pôde livrar a casa mais não teve êxito. O dono da casa e demais familiares estavam no quintal conversando com alguns amigos e ficaram assustados com a batida, podendo ter acontecido algo pior se alguém estivesse nas salas, no primeiro quarto ou na área da casa, locais atingidos pelo ônibus.
Pedra Preta em Ação

Defesa de advogado preso em motel de Natal com adolescentes nega crime

'Ele não reconhece os fatos', diz defesa de Bruno Cavalcanti Teixeira.
Advogado foi preso nesta quinta-feira (24) em motel na Praia do Meio.

Do G1 RN
Bruno Cavalcanti Teixeira, de 32 anos, nega ter tido relações sexuais com adolescentes em motel na Zona Leste de Natal (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)Bruno Cavalcanti Teixeira, de 32 anos, nega ter tido relações sexuais com adolescentes em motel na Zona Leste de Natal (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)
O defensor do advogado preso nesta quinta-feira (24) com três adolescentes dentro de um quarto de motel na Praia do Meio, em Natal, nega que ele tenha pago para ter relações sexuais com as garotas. Bruno Cavalcanti Teixeira, de 32 anos, foi preso em flagrante com três adolescentes. As meninas têm 15, 16 e 17 anos. Segundo a delegada Rossana Pinheiro, o advogado foi flagrado no momento em que matinha relações com uma das menores.
De acordo com André Dantas de Araújo, que faz a defesa de Bruno, o advogado não admite o crime. "Ele não reconhece os fatos pelos quais está sendo acusado", disse.
Ainda segundo André, seu cliente negou que tenha pago para ter relações sexuais com as três meninas. "Ele assegura com veemência que os fatos relatados não são verídicos", reforçou.
A versão de Bruno é contestada pela delegada Rossana Pinheiro, titular da Delegacia Especial de Defesa da Criança e Adolescente (Dea). Ao G1, a delegada disse que, quando os policiais chegaram ao motel, Bruno estava dentro de um quarto tendo relações com uma das garotas (veja vídeo ao lado).

"Uma equipe da Polícia Militar foi até o local e quando chegou ele já havia tido relação com duas das meninas e estava tendo com a terceira. Na delegacia elas confirmaram que tinham tido relação com o advogado", afirmou a delegada.
Rossana explicou que o advogado pagou R$ 50 para cada umas das duas meninas com quem já tinha tido relação, mesmo valor que seria pago para a terceira. "As meninas confirmaram que receberam o valor de R$ 50 para ter relações sexuais com o advogado. A terceira menina não recebeu e falou isso no seu depoimento. Isso configura crime de favorecimento da prostituição ou outra forma de exploração sexual de vulnerável", acrescentou a delegada.
A pena para esse tipo de crime, segundo Rossana, é de reclusão e pode variar de quatro a dez anos. O advogado foi encaminhado para o Centro de Detenção Provisória de Pirangi, na Zona Sul de Natal. A OAB, segundo o comandante geral da Polícia Militar, coronel Francisco Araújo Silva, já solicitou transferência de Bruno para a sede do Quartal Geral da PM, no bairro Tirol, Zona Leste da cidade.
Já as adolescentes, fizeram exames de conjunção carnal no Instituto Técnico-Científico de Polícia do Rio Grande do Norte (Itep) e depois liberadas.

Detento do semi-aberto é morto a tiros ao sair de presídio em Natal

Crime aconteceu na porta do Complexo Penal João Chaves, na Zona Norte.
Judson Fabiano levou vários tiros e morreu no local.

Do G1 RN
Um detento que cumpria pena no Complexo Penal Doutor João Chaves, na Zona Norte de Natal, foi morto a tiros ao deixar o local no início da manhã deste sábado (26). De acordo com a Polícia Militar, Judson Fabiano pernoitou no presídio como normalmente fazia e foi abordado na saída. A polícia não tem pistas dos assassinos.
Ainda de acordo com a Polícia Militar, informações extraoficiais dão conta de que a vítima cumpria pena por tráfico de drogas. A PM não informou a idade da vítima. O corpo foi levado para o Instituto Técnico-Científico de Polícia de Natal.