Páginas

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Urgente:PF faz operação em Mossoró e cumpre 10 mandados de prisão

PF
PF deflagrou na manha desta sexta-feira a terceira fase da operação Salt em Mossoró, ao todo estão sendo cumpridos dez mandados de prisões na cidade.
Cinquenta policiais federais estão na operação, que envolve o empresário Edvaldo Fagundes e familiares.
Até o momento seis pessoas foram presas.


Blog do BG: http://blogdobg.com.br/home/#ixzz3XZYl7FkB
Menor apreendido com maconha em Caiçara do Norte/RN.


 A Policia Militar de Caiçara do Norte, em diligencias pelas ruas da cidade,fez a apreensão  por volta das 13:00 hs de ontem do menor: P.D.G.S. de 16 anos  na rua projetada.Ao ser  revistado foi encontrado com o mesmo uma certa quantidade de maconha, indagado pela Policia o mesmo informou que é viciado e que comprou a droga para consumo próprio,que comprou a droga de um rip que estava na referida praia de caiçara.

CPRE intensifica fiscalização de 


trânsito e aborda 355 veículos em 


Natal na tarde desta quinta

CPRE intensifica fiscalizaçãoA Polícia Militar do Rio Grande do Norte, por meio do Comando de Polícia Rodoviária Estadual (CPRE) realizou, na tarde desta quinta-feira (16), na Ponte de Igapó, uma operação de fiscalização e orientação contra infrações de trânsito. Nesta ação foram abordadas 345 ciclomotores e 10 automóveis que resultaram no recolhimento de 13 motos ao pátio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran/RN) para fins de regularização. Além disso, duas habilitações foram recolhidas e 15 autos de infração confeccionados.


Blog do BG: http://blogdobg.com.br/home/#ixzz3XZDWXmS2

 Promoções dos Praças da PM não acontecem no próximo dia 21

Cabo Jeoás    
 Segundo informações colhidas nesta última quarta (15), as promoções não saem no próximo dia 21 de abril como determina a lei. O fato é que a desorganização administrativa e o fator tempo impediram as promoções.
A situação foi instaurada porque determinadas exigências ainda não foram sanadas. Para termos idéia, tivemos conhecimento que existe ata de conclusão de curso ainda no CEFAPM que precisa ser remetida ao Comando e publicada em BG.
Somente no BG desta última terça (14) foi publicado o resultado da inspeção de saúde, além do mais, o documento veio repleto de erros. A citar: policial morto constando na relação, erros de antiguidade e ausência de nomes que deveriam constar. Além disso, recursos administrativos que serão interpostos atrasarão mais ainda as promoções.
Reconhecemos que a equipe da diretoria de pessoal e comissão de promoções de praças são competentes, porém são poucos frente a demanda, além de trabalharem sem condições e sob pressão. O Comando deveria ter dado prioridade e realizado uma força tarefa.
Vale ainda lembrar que o próximo passo após a publicação do resultado do exame de saúde (cumpridos os prazos para recurso) será a publicação do quadro de acesso que também necessita de prazo para recurso para quem se sinta prejudicado.
Portanto, está muito claro que de maneira alguma teremos promoções no próximo dia 21, nem 22 e quiçá ocorra em maio.
A notícia boa é que quando vier será retroativo por força da Lei ao dia 21 de abril.
A agilidade desse processo deve ser acompanhado pelas entidades representativas. O atraso dessas publicações já deveriam ter sido denunciado pelas entidades, assim como, a falta de estrutura tanto pessoal como material para a viabilidade desses prazos. Até a internet de péssima qualidade e as precárias instalações elétricas do quartel interferem no cumprimento da LPP.
As Associações convocaram a categoria para assembléia no próximo dia 22. Provavelmente esse encontro irá propor um acampamento permanente na Governadoria. Mesmo assim é imperioso que o Comando conclua com agilidade o processo administrativo com a publicação do quadro de acesso.
Enfim, penso ser mais estratégico reinvidicarmos primeiro junto ao Comando da PM que essas exigências administrativas sejam sanadas. Assim todo esse processo deverá ser concluído e entregue ao Governo para que sejam efetivadas as promoções.

Mulheres são detidas ao tentarem entregar serras, drogas e celulares para presos

Flagrante foi feito no Centro de Detenção Provisória de Apodi.

  portal BO
FOTO: CEDIDA / MÁRCIO MORAISr
 Considerado modelo dentro do Sistema Penitenciário do Rio Grande do Norte, pelo bom comportamento dos presos e pelo trabalho de ressocialização, o Centro de Detenção Provisória de Apodi registrou uma ocorrência que poderia por fim a ordem na unidade. Duas mulheres foram detidas ao tentarem entregar serras, drogas e celulares para presos.
As duas mulheres, sendo uma menor de idade, jogaram o material para a unidade, mas a ação foi flagrada pelos agentes penitenciários, na madrugada desta sexta-feira (17), que conseguiram impedir que os presos pegassem.
O pacote continha maconha, cinco serras que poderiam ser usadas para abrir as celas, bem como celulares, carregador, chips telefônicos, fumo e uma pequena quantidade de crack. De acordo com a direção do CDP Apodi, as duas mulheres são de Natal.

Polícia Civil deflagra operação contra o tráfico de drogas em Parnamirim e cumpre cerca de 50 mandados

Mais de 330 policiais civis e militares participam da Operação Labirinto.

Portal BO
FOTOS: SÉRGIO COSTA / PORTAL Br
A Polícia Civil, com apoio da Polícia Militar, deflagrou uma grande operação contra o tráfico de drogas em Parnamirim, no início da manhã desta sexta-feira (17). Cerca de 50 mandados de busca e apreensão e de prisão estão sendo cumpridos na cidade. 

Mais de 330 policiais civis e militares participam desta ação. A operação foi batizada de Labirinto. Até o momento, pelo menos dez pessoas foram presas.

As equipes se concentraram desde a madrugada e no início da manhã começaram a cumprir os mandados em vários bairros de Parnamirim. Todos com foco no tráfico de drogas e baseado em investigações dos últimos meses.

quinta-feira, 16 de abril de 2015

Aditamento ao BG 67 traz resultado da inspeção de saúde para constituir o Quadro de Acesso às promoções previstas para 21 de abril

Acaba de ser publicado aditamento ao BG nº 067 com o resultado da inspeção de saúde para constituir o Quadro de Acesso às promoções previstas para 21 de abril, o que representa mais um passo dado ao cumprimento da lei de promoção de praças. 
Foram publicados 182 nomes da graduação de 1º Sargentos, 375 de 2º Sargentos, 408 de 3º Sargentos, 601 de Cabos e 5.093 Soldados. Confira aqui a listagem completa. 
Para Eliabe Marques, presidente da ASSPMBM, a publicação mostra que o setor administrativo da PM está fazendo a parte que lhe cabe. "Estamos observando que o setor administrativo da PM está trabalhando para cumprir a lei. Esperamos que agora o Governador do Estado faça o mesmo no sentido de cumprir a lei integralmente". 

mudanças propostas pela câmara para o estatuto do desarmamento vai de direito de compras a outros mais cedo.

arma1O projeto em discussão no Congresso desfigura o Estatuto do Desarmamento. O texto propõe, por exemplo, a diminuição da idade permitida para compra de arma de 25 para 21 anos, afrouxa os antecedentes criminais que proíbem a aquisição de armamento, e aumenta de 6 para 9 o número permitido de armas por pessoa, entre outras mudanças.
Confira abaixo cada ponto da proposta:
Antecedentes criminais
Como é hoje: Quem solicita autorização para comprar armas não pode ter nenhum tipo de antecedente criminal.
O projeto: Processados ou condenados por crime culposo podem comprar armas. Só ficam proibidos condenados por qualquer tipo de crime doloso. Investigados por crime doloso contra a vida ou cometido com violência também não podem pedir autorização.
Quantidade de armas
Como é hoje: Civis (pessoas comuns) podem ter até 6 armas.
O projeto: Civis passam a poder comprar até 9 armas.
Quantidade de munições
Como é hoje: O Estatuto fixa limite máximo de 50 munições por arma por ano.
O projeto: Até 600 munições por arma por ano podem ser compradas por civis.
Idade do comprador
Como é hoje: Idade mínima para comprar armas é 25 anos.
O projeto: Idade mínima para compra de armas é 21 anos.
Publicidade de armas
Como é hoje: A publicidade de armas só pode ser feita em meios especializados.
O projeto: Fica liberada a publicidade de armas em todo e qualquer veículo.
Registro das armas
Como é hoje: O registro de posse de arma tem que ser revalidado a cada três anos.
O projeto: Uma vez obtido o registro de posse, não é mais necessário renová-lo.
Comércio ilegal
Como é hoje: A pena para comércio ilegal é de 4 a 8 anos.
O projeto: Penas de 3 a 7 anos.
Porte de armas (na rua)
Como é hoje: O porte para civil é proibido, sendo concedido apenas em casos excepcionais.
O projeto: Se preenchidos os requisitos, o civil terá direito de portar a arma. Os requisitos são ter curso básico de manuseio e iniciação ao tiro, atestado de pleno gozo das faculdades mentais, e não ter crime doloso.
PF x Polícia Civil
Como é hoje: Somente a Polícia Federal faz os registros de armas de fogo de civis no país.
O projeto: As polícias civis dos estados também teriam competência, por delegação, de fazer o registro e autorização para porte de arma de fogo.
Apreensões
Como é hoje: Arma apreendida deve ser destruída.
O projeto: Destina as armas apreendidas ao Exército, aos órgãos de Segurança, aos museus, entre outros locais.
O Globo




Polícia Civil prende suspeito de estuprar mulher dentro de ônibus

Roosevelt Silva ainda tentou fugir em outro transporte, mas foi cercado pela PM

Sérgio Costa   
FOTO: CEDIDA
A Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), com apoio de policiais militares, prendeu em flagrante um homem investigado de ter estuprado uma mulher, dentro do ônibus da empresa Via Sul, número 50, na tarde desta terça-feira (14), em Natal. Roosevelt Silva Lima (28 anos) foi preso quando tentava fugir usando outro ônibus.
Segundo a delegada titular da Deam, unidade zona sul, Ana Paula Diniz, a vítima de 20 anos estava sentada próxima à janela do coletivo. “A vítima nos contou que o homem sentou-se ao lado dela e a empurrou um pouco mais para o lado da janela. Ele usou a mochila para disfarçar o ato, pegou nas pernas e colocou a mão na vagina da vítima, que estava de saia. Logo após, ela começou a gritar no coletivo avisando que o homem era um tarado”, detalhou a delegada.
O motorista do coletivo ao perceber a reação da vítima, parou o ônibus e entrou em luta corporal com o investigado, sendo o crime presenciado por diversas testemunhas. Após o embate, Roosevelt Silva conseguiu descer do ônibus número 50 e entrou em outro coletivo de número 79. A Polícia Militar foi acionada e conseguiu parar o ônibus que estava sendo utilizado pelo suspeito. Ele foi detido nas proximidades da avenida Xavier da Silveira.
Algumas testemunhas já foram ouvidas pela delegada Ana Paula Diniz e outras vítimas de Roosevelt Silva já compareceram à Especializada, relatando que sofreram ataques do suspeito, dentro de coletivos. A delegada solicita, que caso outras mulheres tenham sido alvo do investigado, elas compareçam à Deam/Zona Sul, localizada à Rua do Saneamento,28, Ribeira, fone: 3232-2530.
 

Quatro homens são mortos em troca de tiros com a polícia em Arez, RN

Operação das polícias civil e militar aconteceu na noite desta terça (14).
Homens chegaram a ser socorridos, mas morreram no hospital.

Do G1 RN

Arma estava com um dos bandidos (Foto: Kléber Teixeira/Inter TV Cabugi)Arma estava com um dos bandidos (Foto: Kléber Teixeira/Inter TV Cabugi)
Quatro homens morreram em uma operação das polícia Civil e Militar realizada na noite desta terça-feira (14) na cidade de Arez, região Leste potiguar. A ação teve o objetivo de buscar foragidos da justiça depois de uma denúncia anônima da população.
A operação aconteceu em uma área de matagal e viveiros de camarão, uma região pouco movimentada na periferia da cidade. Quatro homens foram baleados. Eles foram levados feridos pelos próprios policiais ao hospital no centro da cidade.
Uma multidão foi até a frente da unidade de saúde tentar invadir o local em protesto pelas mortes e os policiais pediram reforços. Somente com a segurança reforçada, o Itep conseguiu transportar os corpos para perícia em Natal.
O chefe de investigação da Polícia Civil falou sobre a abordagem sem ser identificado porque disse estar recebendo ameaças. “Fomos ao local todos descaracterizados, com carros descaracterizados. Chegamos lá, deixamos o carro e fomos a pé verificar se procedia a informação de que eles estavam o local e, chegando lá, fomos recebidos a tiros e revidamos e nenhum policial ferido, apenas os bandidos”, disse.
Um dos mortos foi identificado como Rodrigo Nascimento da Silva. De acordo com a polícia, ele é foragido da Justiça e tem mandado de prisão por homicídio. Além dele, um adolescente ainda não identificado também morreu. Os outros mortos foram identificados como Henrique e Moisés Lindolfo da Silva.
“O Moisés também estava armado com um 38 mas caiu lá no mato e ninguém encontrou, a polícia ainda está fazendo incursão pra ver se encontra. O trabalho principal é combater o tráfico em Arez e a violência decorrente do tráfico e sabíamos na nossa investigação que Rodrigo era o chefe dessa quadrilha que estava se formando aqui em Arez e que estava atentando contra a vida de outras pessoas”, disse o policial civil
.