Páginas

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

FILHO DE VEREADOR DE IPUEIRA É PRESO ACUSADO DE SER O MANDANTE DA TENTATIVA DE ASSALTO AOS CORREIOS DE SÃO JOÃO DO SABUGI-RN.



                                                      Bruno Lopes dos Santos

Bruno Lopes dos Santos, 35 anos, filho do vereador Emídio, ambos de Ipueira-RN (O município fica à leste da cidade de Caicó), pode ser o mandante do assalto frustrado aos Correios em São João do Sabugi na manhã de segunda feira 9. Clique AQUI para visualizar a matéria completa.
                                                       José Barbosa Gonçalves

A equipe de investigadores conseguiu levantar que Bruno Lopes foi o mentor do assalto e para isso trouxe a dupla de assaltantes, ambos residentes em Campina Grande, o principal investigado nega, porém há fortes indícios da sua participação, e uma delas é a moto com inscrições no município de Ipueira, a qual foi emprestada à dupla para a realização do assalto.
José Barbosa Gonçalves, 28 anos, ex-presidiário do Serrotão em Campina Grande confirma a versão da polícia, “Recebi o convite para o assalto através de dois comparsas de Patos-PB, que são os intermediadores da nossa conversa, não conhecíamos o Bruno, e esses dois comparsas nos jogou na fita”, admite o paraibano.
Segundo José Barbosa, o também investigado Marcos Antônio da Silva, 21 anos, natural de Fortaleza, é trabalhador, e nunca teria se envolvido em nada relacionado… “por incrível que pareça foi Marcos quem mais insistiu para que houvesse a parada, mas eu senti que algo ia dar errado, e muitas vezes contestei, mas a tentação foi maior”, alegou José 
.(Jair Sampaio).

Menor de idade é detida ao tentar furtar roupas da Riachuelo



IMG-20150210-WA0237
Uma adolescente de apenas 16 anos foi detida por seguranças particulares, após tentar furtar várias peças de roupas da Riachuelo no Midway Mall.
De acordo com o Soldado Franco, os seguranças perceberam a ação criminosa e conseguiram deter a menor na saída da loja. “Com ela foi encontrado várias peças de roupas. O gerente da loja nos disse que a mercadoria está avaliada em R$ 1260,00 reais”, disse o soldado.
A menor disse que foi a primeira vez que tentou cometer o crime. Para o gerente da loja esta ação infelizmente é constante. “Temos que ficar atentos todos os dias. Essa menor deve ser liberada e amanhã poderá tentar o mesmo crime em outro lugar”, ressaltou o gerente.
A menor infratora foi conduzida a delegacia de plantão da polícia civil na Zona Sul de Natal e ficará a disposição da justiça.


Blog do BG: http://blogdobg.com.br#ixzz3RS6piFRS

Crianças de 10 e 11 anos são apreendidas em flagrante assaltando pessoas na Avenida Bernardo Vieira


Na noite dessa terça-feira (10), duas crianças, com idades de 10 e 11 anos, foram apreendidas pela própria população, no instante em que assaltavam pessoas na Avenida Bernardo Vieira, nas Quintas. Informações dão conta que, inclusive, uma das vítimas, uma grávida, chegou a ser ameaçada.
Segundo a Polícia, os acusados estavam armados com um punhal e ainda com um pedaço de garrafa de vidro. As crianças infratoras foram conduzidas para a Delegacia de Plantão da Zona Sul, submetidas a Termo Circunstanciado de Ocorrência, e depois liberadas.


Blog do BG: http://blogdobg.com.br#ixzz3RS5hsc4S

Homem e mulher são assassinados a tiros na Zona Oeste de Natal

Ezequiel da Silva e Juliana dos Santos foram executados no bairro Planalto.
Um homem também ficou baleado e o suspeito conseguiu fugir.

Do G1 RN
Um homem e uma mulher foram mortos a tiros na noite desta terça-feira (10) no bairro do Planalto, na Zona Oeste de Natal. As vítimas foram identificadas como Ezequiel Carlos Vieira da Silva, 40 anos, e Juliana Ferreira dos Santos, de 23 anos. Um outro homem também foi baleado no braço durante o tiroteio. O suspeito dos crimes conseguiu fugir.
O sargento Boás Souza, do 9º Batalhão da Polícia Militar, informou que o crime aconteceu por volta de 00h na rua Professor Coutinho, dentro de um condomínio. Testemunhas afirmaram que um homem encapuzado foi o responsável pelos tiros.

Ainda de acordo com o sargento Boás, o local era um ponto de venda de drogas e a suspeita é de execução. Juliana Ferreira dos Santos foi assassinada com 11 tiros.

Os corpos foram levados para o Instituto Técnico-Científico de Polícia do Rio Grande do Norte (Itep). O outro homem ferido foi socorrido ao Pronto-Socorro Clóvis Sarinho. A polícia não soube informar o estado de saúde da vítima
.

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Guerreiros Abatidos. Uma Tropa Ferida.

Sem título
Outra vez o solo abre suas entranhas e recebe mais um guerreiro abatido,numa guerra civil, onde os inocentes, são ceifados, deixando uma lacuna de dor e saudades. Hoje sepultamos Cabo Estevam, em outros estados deste Brasil, outros e outros…. O Brasil nestes ultimos anos tem assistido uma verdadeira matança a policiais. O crime tem a força de um dragão endemoniado, que alastra suas chamas, derretendo vidas, lares, destruindo famílias. Pessoas que dormem no aconchego do seus lares, que abraçam seus filhos, beija sua esposa, toma a benção aos pais e não sabem, se amanhã voltarão a fazer o mesmo. Estes acima foram abatidos, e tantos outros, e outros, e outros.
Dor, revolta, desespero. Ficamos a perguntar, que País é este que vai a outra nação pedir clemência por um traficante, e esquece de cuidar de quem zela pela segurança de nosso solo. Volto meus pensamentos ao hino nacional, verás que um filho teu não forje a luta. É Brasil, seus filhos não tem fugido, tem lutado até os últimos suspiros. E tu Brasil o que tens feito pelos teus valentes. NADA.
Nosso Blog por conhecer de perto muitos destes que hoje estão em outro plano, sente a dor da perca, da guerra injusta que estamos forçando estes homens e mulheres a entrarem todos os dias. E já que a nossa Presidenta não tem a coragem de pedir clemencia por vocês, nós pedimos perdão. Nos perdoem, pois é defendendo nossas vidas, que as suas foram e estão sendo sacrificadas.

Governo antecipa pagamento de diárias para segurar policiais na escala extra do carnaval

                              FONTE E FOTO: SÉRGIO COSTA / PORTAL BO

O Governo do Estado anunciou que irá antecipar o pagamento das diárias operacionais para os policiais que vão trabalhar no carnaval. A medida é uma tentativa de atrair policiais militares e civis para as escalas extras, tendo em vista que esse tipo de serviço não é obrigatório para as polícias, que já cumprem escala de 40 horas semanais. Outro ponto que afastava os policiais desse tipo de escala era os atrasos no pagamento das diárias.

A Secretaria também garantiu o pagamento das diárias operacionais dos agentes de segurança pública que trabalharam no mês de janeiro. Somado as diárias do mês passado e do carnaval, o recurso ultrapassa a ordem de R$ 1,1 milhão.

Em relação às diárias do mês de janeiro, foram repassados R$ 395,4 mil para a Polícia Militar, R$ 95,9 mil para a Polícia Civil e R$ 60,3 mil para o Corpo de Bombeiros Militar. Para o Carnaval, foi feito o pagamento de R$ 595,4 mil para a Polícia Militar, R$ 78 mil para o Corpo de Bombeiros e R$ 86,9 mil para a Polícia Civil.

A partir da tarde desta terça-feira (10), os recursos já começarão a ser depositados na conta bancária dos agentes de segurança pública. A liberação do pagamento está sendo efetivada conforme apresentação das planilhas dos órgãos que compõem a Sesed. A expectativa é que até a próxima sexta-feira (13), todas as diárias operacionais sejam pagas.

Insatisfação

Apesar disso, alguns policiais demonstram insatisfação quanto à escala extra, principalmente, porque foram escalados sem consulta prévia sobre disponibilidade ou interesse.

De acordo com o artigo 1º da Lei Estadual nº 7.754/99, de 18 de novembro de 1999: “Fica criada a Diária Operacional, vantagem específica de natureza compensatória, destinada ao policial civil ou militar, que voluntariamente, em período de folga, for empregado na sua atividade fim, de polícia judiciária ou de policiamento ostensivo”.

Sendo voluntário, o trabalho não se enquadra nas 40 horas semanais obrigatórias do servidor público e, por isso, o policial só aceita participar se realmente tiver disponibilidade e interesse.

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Globo, sensação do RN, é investigado 


por uso do ‘Minha Casa, Minha Vida’ 


para atrair atletas, destaca ESPN.


Ao redor do estádio Barrettão, em Ceará-Mirim, no interior do Rio Grande do Norte, um projeto imobiliário pôs o time sensação do estado na mira da Polícia Federal. Atual vice-campeão potiguar, o Globo Futebol Clube tem a sua ascensão meteórica ameaçada por investigação sobre o suposto uso indevido de casas financiadas através do programa ‘Minha Casa Minha Vida’, do Governo Federal, em contrato com atletas.
Os imóveis foram todos construídos pela empresa de seu presidente, Marconi Barretto, a MPB Empreendimentos.
A denúncia contra o cartola foi feita ainda no ano passado com base no acordo firmado com o atacante Ricardo Lopes, hoje no Jeju United, da Coreia do Sul, que previa em uma de suas cláusulas a doação de uma residência de 47 metros quadrados do ‘Minha Casa Minha Vida’ com parcelas pagas pelo próprio Globo.
Como parte do inquérito, foram convocados para esclarecer o assunto Marconi Barretto e representantes da Caixa Econômica Federal.
Nesta segunda-feira, o processo será encaminhado para o Ministério Público Federal.
Com um investimento de cerca de R$ 200 milhões no projeto que conduziu a ascensão meteórica do Globo entre a sua criação em 2012 até a atual temporada, o ‘mecenas’ do clube credita a suspeita a uma falha na redação do contrato de Ricardo Lopes.
“Foi um ‘errinho’ de nada. Não houve doação e, mesmo se houvesse, não haveria problema nenhum. No acordo dele, aconteceu de estar escrito que seria cedida a casa com o ‘Minha Casa Minha Vida’. No fundo, foi uma questão de semântica porque, na realidade, o que fizemos foi aumentar o seu salário e ele recebeu as chaves. Agora a casa pertence ao clube. Posso dar a quem quiser”, afirma Barretto ao ESPN.com.br.
Segundo ele, outros oito jogadores conseguiram moradia no projeto residencial através do programa do governo.
O caso vinha sendo acompanhado pelo delegado da Polícia Federal, Rodolpho Picone. Procurado pela reportagem, ele preferiu não se pronunciar.
O presidente do Globo, Marconi Barretto, assegura estar sendo alvo de “inveja” de pessoas que acreditam existir por trás de seus investimentos pretensões políticas em Ceará-Mirim e, por isso, tentam derrubá-lo.
“Esse assunto foi motivo de eu ter ido até a Polícia Federal cerca de 40 dias atrás. Não só por isso, mas por causa de outras dúvidas deles, como a piscina que construí para a APAE, um hospital que pintei, todos com recursos próprios. Está se criando uma história que não tem nada a ver. Uma empregada, uma prostituta, qualquer outra profissional pode comprar um imóvel através do ‘Minha Casa Minha Vida’. Existem dois tipos de financiamento: por meio da prefeitura ou aprovado por um agente financeiro que pode ser a Caixa e o Banco do Brasil”, explica Marconi.
“Não tem nenhum mistério ou mesmo sacanagem. Os atletas são profissionais como outros quaisquer, possuem carteira assinada e podem se habilitar a comprar as casas com parcelas de R$ 200 e pouco a quitar em 30 anos. Nos comprometemos a realizar o pagamento das prestações de alguns jogadores, mas, em um projeto de 6 mil residências, preferem pegar oito delas para criar uma celeuma em cima disso, isso no Brasil me deixa totalmente desnorteado”, conclui.
O ‘Minha Casa, Minha Vida’ é uma dos principais programas do governo do PT desde a era Lula, pois tem efeito multiplicador na economia, com impactos em toda a produção da construção civil. Segundo balanço do PAC 2, ele foi responsável por gerar 154,3 mil postos de trabalho desde 2011 – chegando a quase 2 milhões de empregos diretos até 2014.
Em dois anos, o Globo foi campeão da segunda divisão estadual em 2013 e vice da primeira divisão em 2014. O nome do clube homenageia a emissora carioca homônima.
Com informações da ESPN


Blog do BG: http://blogdobg.com.br/globo-sensacao-rn-e-investigado-por-uso-minha-casa-minha-vida-para-atrair-atletas-destaca-espn/#ixzz3RGvCO8mA

Anderson Silva assumirá doping publicamente, diz Veja; UFC nega ter bloqueado pagamento


Anderson Silva ingeriu o que não podia ter ingerido, foi apanhado em flagrante e agora ele e seus assessores só pensam numa coisa: o modo de justificar o injustificável para a população brasileira e para os fãs do resto do mundo.
Qual discurso adotará? É isso o que sua assessoria vem trabalhando nos últimos dias. Anderson quer assumir tudo antes de a contraprova confirmar o doping.
UFC nega ter bloqueado pagamento de Anderson Silva
O UFC acaba de soltar um comunicado oficial para negar uma notícia publicada na coluna “Radar On-line”, da revista “Veja”, que informava o bloqueio do pagamento de seis milhões de dólares (cerca de 16 milhões de reais) a Anderson Silva depois da vitória contra Nick Diaz pelo UFC 183. “O UFC afirma que não procedem as informações financeiras referentes ao lutador Anderson Silva”, diz o comunicado.
A justificativa para reter a grana de Anderson seria o exame antidoping que acusou a presença de dois tipos de anabolizantes na urina do lutador. Anderson faturou 600 mil dólares referentes à bolsa e mais 200 mil como bônus pela vitória. O restante do dinheiro viria do lucro da vendagem do UFC 183 pelo pay-per-view. Anderson é um dos únicos lutadores a ter direito a uma porcentagem das vendas.
Por Lauro Jardim – Veja e O Globo


Blog do BG: http://blogdobg.com.br#ixzz3RGuEzYl3

Cantor Amado Batista encerra show após ser atingido por pedra de gelo em São Paulo.


O cantor Amado Batista ficou ferido após ser atingido por uma pedra de gelo durante um show, no último domingo (8), em Praia Grande, no litoral de São Paulo. Ele cantou apenas duas músicas e, depois de ser agredido, encerrou a apresentação. Muitos fãs reclamaram da falta de estrutura da casa noturna, do atraso na apresentação e da falta de respeito ao cantor.

O morador de São Vicente Claudio Santana, de 45 anos, foi ao show com a esposa e uma amiga. Na mesma noite, se apresentaram 'Buzão do Forró', 'Forró sem Preconceito', 'Ednilson Batista e Wesley dos Teclados. Segundo Santana, o show de Amado Batista atrasou e os outros grupos tiveram que tocar bem mais tempo do que o esperado. “Teve uma banda antes que ficou mais de duas horas no palco. O pessoal começou a ficar irritado. Todo mundo estava cansado e sofrendo com o calor. Por isso, começaram a vaiar”, conta.

Por volta das 4h15, o cantor Amado Batista começou o show. Ele teria cantado duas músicas e interrompido a apresentação. “Ele fez um sinal com a mão prometendo que ia voltar e cantar todas as músicas de sucesso. Quando voltou, cinco minutos depois, começaram a jogar latinha, objetos e uma pedra de gelo que foi bem na cara dele”, diz Santana, que gravou o momento em que rosto de Amado Batista começou a sangrar e o cantor fez um sinal de que o show estava encerrado.

Ainda segundo o morador, existiam seguranças na lateral do palco, mas nada foi feito para identificar os agressores. O público foi indo embora aos poucos. “Foi a primeira vez que fui ao show dele. Foi decepcionante. Eu acredito que foi culpa da casa, porque não estava suportando o número de pessoas. Tem ventiladores no local, mas não suporta o calor. Não tem condição nenhuma de fazer esse show”, reclamou Santana.

Outras pessoas utilizaram as redes sociais para reclamar dos problemas encontrados na casa e da agressão ao cantor. Uma das fãs que foi assistir ao show com a mãe cadeirante disse que houve desorganização e uma falta de informação aos clientes. Além disso, ela acusou a casa de não ter estrutura para esse tipo de show. Outras pessoas usaram a página oficial da casa para falar que esse foi o 'pior show da vida delas'.

Júlio Magrão suspeito de assaltar policial confessa crime contra juiz e diz que ordem partiu de Alcaçuz

FONTE E FOTOS: SÉRGIO COSTA / PORTAL BO

O homem suspeito de assaltar um casal de policiais civis, na noite da última quarta-feira, na praia de Barreta, litoral Sul, negou em depoimento que tenha participado desse crime. Júlio César do Nascimento, de 24 anos, relatou para a polícia que conhece quem esteve na casa do agente e levou as armas depois do arrastão, mas não fez parte do roubo. Com um mandado de prisão em aberto, Júlio confessou ter feito parte da quadrilha que há alguns meses invadiu a casa de um juiz e assaltou familiares dele, também no litoral Sul.

Júlio César relatou, na manhã deste sábado (7), para a reportagem do Portal BO que estava em Caiçara na noite do crime na casa do casal, mas que teria recebido uma ligação informando os partícipes do assalto. “Sou inocente, eu não estava nem por aqui quando aconteceu, mas posso colaborar com a polícia porque eu sei quem fez parte desse assalto, dois pelo menos eu conheço, eles são acostumados a fazer isso”, disse.Depois de ser preso na noite desta sexta-feira (6), no município de Caiçara do Norte por policiais de João Câmara, o suspeito foi conduzido à Delegacia de Plantão da Zona Sul, no bairro Candelária, em Natal.

Contra Júlio César existe um mandado de prisão expedido pelo juiz de execuções penais Henrique Baltazar. O motivo seria a participação do suspeito em um assalto em que o alvo foi a casa de um juiz de direito, crime ocorrido na praia de Búzios. Sobre isso, Júlio César confessou ter participado, mas revelou que foi obrigado a fazer sob ameaça de ser assassinado. O suspeito informou que a ordem para assaltar a casa do magistrado partiu de uma facção criminosa do presídio Estadual de Alcaçuz.

O delegado Pedro Paulo Falcão, plantonista da DP Zona Sul, ouviu o depoimento de Júlio e em seguida encaminhou o foragido para o centro de triagem de Pirangi onde deverá ficar cerca de 15 dias e depois preencherá vaga em algum presídio do Estado.