Páginas

terça-feira, 11 de outubro de 2016

Comerciante e ex-pastor voltam ao banco dos réus por morte de radialista

Lailson Lopes tem novo júri dia 26; Gilson Neudo será julgado em novembro.
Radialista F. Gomes foi assassinado no dia 18 de outubro de 2010.

Do G1 RN

Gilson Neudo Soares do Amaral, ex-pastor evangélico  (Foto: Sidney Silva)Gilson Neudo Soares do Amaral, ex-pastor evangélico (Foto: Sidney Silva)








Dois dos quatro acusados de encomendar a morte do radialista Francisco Gomes de Medeiros, o F. Gomes, assassinado a tiros no dia 18 de outubro de 2010 em Caicó, cidade da região Seridó potiguar, voltarão ao banco dos réus nos próximos dias. Um deles, o comerciante Lailson Lopes, chamado de 'Gordo da Rodoviária', será julgado pela segunda vez no dia 26 deste mês. O outro, o ex-pastor Gilson Neudo Soares do Amaral, vai a júri no dia 18 de novembro. As datas foram confirmadas nesta segunda-feira (10) pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte. Os dois julgamentos acontecem no Fórum Amaro Cavalcante, na própria cidade de Caicó.
Lailson Lopes, o 'Gordo da Rodoviária' (Foto: Willacy Dantas)
Lailson Lopes, o 'Gordo da Rodoviária'
(Foto: Willacy Dantas)
Lailson Lopes foi julgado no dia 12 de abril de 2014 e condenado a 14 anos de prisão,mas recorreu da decisão. No dia 31 de março deste ano, a Justiça concedeu relaxamento de prisão e ele foi solto e eguarda o novo júri em liberdade.
O comerciante deve comparecer à autoridade constituída sempre que intimado, não pode mudar de residência sem prévia permissão, não pode se ausentar por mais de 8 dias de sua residência sem comunicar o fato ao juiz e ainda deve comparecer diariamente à Penitenciária Estadual do Seridó, o Pereirão, para assinar livro de presença.
Quanto ao ex-pastor, esta será a terceira vez que a Justiça tenta realizar o júri popular dele. Gilson Neudo deveria ter sido julgado no dia 16 de março deste ano, mas o procedimento foi reagendado porque a defesa dele, o defensor público Serjano Marcos Torquato Vale, avisou que não poderia comparecer. Remarcado para o dia 4 de abril, o julgamento foi novamente adiado. Isso aconteceu porque o réu desconstituiu sua defesa, tirando o advogado Lucas Cavalcante de Lima do caso. Com isso, o juiz Luiz Cândido de Andrade Villaça determinou o novo adiamento da sessão.
O mototaxista Dão, o assassino confesso, admitiu ter puxado o gatilho. Como autor material do crime, ele foi condenado a 27 de prisão em regime fechado. A defesa dele não recorreu da decisão. O julgamento aconteceu no dia 6 de agosto de 2013. Ele cumpre pena na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta, cidade da Grande Natal. Alcaçuz é a maior unidade prisional do estado.
Consórcio
Segundo o Ministério Público, os acusados de participação na morte de F. Gomes fazem parte de um 'consórcio de pessoas' que se uniram com um propósito: eliminar o comunicador. Foram denunciados o mototaxista João Francisco dos Santos, mais conhecido como 'Dão', o comerciante Lailson Lopes, o ex-pastor Gilson Neudo, o advogado Rivaldo Dantas de Farias, o tenente-coronel da PM Marcos Antônio de Jesus Moreira e o soldado da PM Evandro Medeiros.

João Francisco, o 'Dão', foi condenado pela morte do radialista F. Gomes, em Caicó (Foto: Divulgação/Polícia Civil do RN)
João Francisco, o 'Dão', foi condenado nesta terça
(Foto: Divulgação/Polícia Civil do RN)
Já o advogado Rivaldo Dantas de Farias, também denunciado como mandante do crime - e igualmente sentenciado a ir para o banco dos réus - aguarda em liberdade. Ele espera que a Justiça defina uma data para o júri popular.
Quanto ao tenente-coronel Moreira e o soldado Evandro, ambos não foram pronunciados e, consequentemente, acabaram excluídos do processo. Ou seja, não são mais acusados de participação no crime.
Entenda o caso
Francisco Gomes de Medeiros, o F. Gomes, tinha 46 anos e trabalhava na rádio Caicó AM. Foi assassinado na noite de 18 de outubro de 2010, deixando mulher e três filhos. Ele foi atingido por três tiros de revólver na calçada de casa, na rua Professor Viana, no bairro Paraíba, em Caicó. Vizinhos ainda o socorreram ao Hospital Regional de Caicó, mas F. Gomes não resistiu aos ferimentos.

Radialista F. Gomes foi morto em 2010, em Caicó (Foto: Sidney Silva/Cedida)Radialista F. Gomes foi morto em 2010, em Caicó (Foto: Sidney Silva)
Segundo inquérito, concluído pela delegada Sheila Freitas, a execução do radialista foi encomendada por R$ 10 mil. Contudo, R$ 8 mil foram pagos. “Três mil foram pagos pelo pastor para que Dão pudesse fugir”, disse ela, revelando que o dinheiro pertencia à igreja onde o o ex-pastor Gilson Neudo pregava. O restante teria sido pago pelo tenente-coronel Moreira, "que juntou o dinheiro após vender um triciclo", acrescentou Sheila. O dinheiro foi rastreado com a quebra do sigilo telefônico e bancário dos investigados.
Além de ser apontado como o principal financiador do crime, o tenente-coronel Moreira também teria razões suficientes para querer se vingar de F. Gomes. O promotor Geraldo Rufino considera que as denúncias feitas com frequência pelo radialista levaram ao afastamento do oficial quando este dirigiu, em meados de 2010, a Penitenciária Estadual do Seridó, o Pereirão. As denúncias, enfocando desmandos e atos do militar à frente da unidade, foram tão graves que levaram o Ministério Público a instaurar uma investigação contra Moreira.
Outro acusado que teve participação decisiva na articulação do crime, ainda segundo a delegada, foi o advogado Rivaldo Dantas, considerado o principal elo de ligação entre os envolvidos. “O advogado foi o elo entre o Gordo da Rodoviária, o pastor e o mototaxista Dão, além de também ter forte amizade com o tenente-coronel Moreira. A partir daí, eles resolveram matar F. Gomes”, afirmou.
Ainda de acordo com Sheila, foi também pela forte influência e domínio que Rivaldo tinha sobre Dão que o mototaxista foi contratado para executar o serviço. “Dão é um sociopata. Para ele, matar é a coisa mais comum do mundo. Ele viu a mãe se morta pelo padrasto quando criança. Daí essa frieza dele”, emendou a delegada
.

Natal tem protesto a favor da vaquejada

Grupo se reuniu nesta terça-feira (11) em frente à Assembleia Legislativa.
Pelo menos 50 mil pessoas vivem da vaquejada no RN, diz associação.

Do G1 RN

Contrários à proibição da vaquejada, manifestantes querem apoio de políticos do estado (Foto: Sílvio Eduardo)Contrários à proibição da vaquejada, manifestantes querem apoio de políticos do estado (Foto: Sílvio Eduardo)













Um grupo protesta contra a proibição da vaquejada na manhã desta terça-feira (11) em frente à Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, em Natal. Na semana passada, o Supremo Tribunal Federal (STF) proibiu a regulamentação da prática no estado do Ceará. Ainda nesta manhã, também houve protesto na Bahia.

A derrubada da lei que regulamentava a vaquejada no Ceará aconteceu na última quinta-feira (6), após o Supremo reconhecer como prática que viabiliza sofrimento aos animais. A decisão vigora para todo o país e os organizadores estarão sujeitos à punição por crime.O ato, organizado pela Associação dos Vaqueiros Amadores do Rio Grande do Norte(Assovarn), tem o apoio de outros segmentos ligados ao homem do campo e que também temem pela proibição no estado. “Nosso movimento é pacífico e ordeiro. Queremos sensibilizar a nossa classe política para que se una à gente. Estamos lutando pelo futuro de 50 mil pessoas que vivem direta ou indiretamente da vaquejada aqui no estado”, disse Paulo Saldanha, presidente da Assovarn.

Competições serão realizadas no Parque de Vaquejada Natureza (Foto: Prefeitura do Cantá/Divulgação)Competições de vaquejada são tradicionais em todo o Nordeste (Foto: Prefeitura do Cantá/Divulgação
)

Em final de semana violento, RN registra 27 homicídios


arma_sangueO Rio Grande do Norte registrou 27 homicídios entre a madrugada de sexta-feira (7) e a noite de domingo (9). Ao todo, 13 municípios tiveram pelos crimes durante o final de semana. A maioria dos assassinatos ocorreram na Grande Natal.
De acordo com dados do Observatório da Violência Homicida no Rio Grande do Norte (OBVIO), Natal foi a cidade com o maior número de casos, totalizando 11, o que equivale a 41% das mortes. 
A segunda cidade com mais crimes foi São Gonçalo do Amarante, na região Metropolitana, com três ocorrências entre a sexta e o domingo.
A sexta-feira, segundo o levantamento, foi também o dia mais violento do final de semana. No total, 13 mortes ocorreram no primeiro dia. 
De acordo com Ivenio Hermes, pesquisador responsável pelo levantamento, as regiões periféricas das cidades são onde concentram-se a grande maioria dos crimes. 
“O sistema de migração criminal dá clara amostragem de sua veracidade.bOs crimes se concentraram nos bairros periféricos de Natal e nos bairros próximos da periferia de Natal em São Gonçalo do Amarante, Ceara-Mirim e Parnamirim”, explicou.
A última vez que o RN registrou 27 homicídios em um final de semana foi em novembro do ano passado, entre os dias 20 e 22 daquele mês. 
De janeiro a agosto de 2016, de acordo com dados da Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social, 1.308 crimes violentos letais intencionais (CVLIs) foram registrados em todo o RN.
Tribuna do Norte

Governo do RN estuda decretar calamidade nas finanças públicas

Robinson Faria espera ajuda do Governo Federal para evitar assinatura.
Governo planeja vender ativos imóveis para aumentar arrecadação.

Fred CarvalhoDo G1 RN

Robinson Faria (Foto: Divulgação/Governo do RN)Robinson Faria estuda assinar decreto nos próximos dias (Foto: Divulgação/Governo do RN)













O governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD), estuda assinar nos próximos dias um decreto de calamidade pública nas finanças do Estado. A medida seria semelhante à adotada pelo Rio de Janeiro em junho passado e visa possibilitar ao Estado honrar o pagamento da folha de servidores e quitar dívidas com fornecedores. De acordo com Faria, pelo menos outros 20 Estados brasileiros planejam assinar decretos iguais em breve.
Robinson Faria lembrou que o Governo Federal concedeu recentemente uma rolagem de dívida aos Estados. "Mas essa rolagem só foi boa para os Estados que mais deviam, como Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, São Paulo e Minas Gerais. Sul e Sudeste representam 91% de toda a dívida dos Estados para com a União. O Nordeste todo, somando os nove estados, representa só 4%. O Rio Grande do Norte, só 0,06%. É o estado que menos deve para o Brasil ao lado de Tocantis. Na hora que eu não tenho esse perdão, essa anistia de pagamento mensal à União, eu não tive nenhuma ajuda. Queremos apenas um tratamento igualitário"."Esse decreto é emblemático, simboliza a crise que os Estados estão passando. Outras unidades da federação estão planejando decretar de forma coletiva esse decreto para que o Governo Federal passe a olhar com maior boa vontade para os Estados do Nordeste, do Norte e do Centro-Oeste", falou o governador.
O governador disse que já teve várias reuniões com o presidente Michel Temer e com ministros da área econômica para tratar do assunto. "Acho que esta semana teremos novas reuniões. Caso não haja a anistia pleiteada pelos Estados, o decreto deverá ser assinado por cerca de 20 governadores", frisou.
Robinson falou ainda sobre os constantes atrasos no pagamento do funcionalismo. "Somos um Estado pobre, que enfrenta 5 anos de seca severa, com crise no sistema prisional. Peguei um Estado quebrado. Eu fico triste quando há atraso de pagamento, mas, infelizmente, algumas vezes acaba sendo a única solução".
"O atraso na folha do servidor não é uma escolha do Governo. A prioridade do governador é honrar o compromisso com o servidor. Para isso, não tenho medido esforços para diminuir os impactos negativos da crise que afeta os estados ao mesmo tempo em que busco caminhos para amenizar, de maneira mais rápida, essa grave situação", completou Faria.
Venda de imóveis
Neste domingo (9), o Governo do Estado emitiu nota à população abordando a crise financeira. O documento lembra que "as finanças do Estado são compostas pela arrecadação própria e por repasses do Governo Federal. De janeiro de 2015 a setembro de 2016 o Rio Grande do Norte já deixou de receber R$ 980 milhões previstos nos orçamentos para os dois anos. Somente em transferências federais, a frustração chega a R$ 691 milhões em relação à previsão orçamentária. Além disso, as receitas dos royalties do petróleo apresentaram redução em mais de 61% em comparação a 2014".

Entre as medidas que podem ser adotadas, Robinson diz que pode se desfazer de bens do Estado para aumentar a arrecadação. "O Executivo age em diversas frentes para contornar a situação: renegocia contratos, reduz drasticamente despesas de custeio, realizou auditoria na folha e censo do servidor corrigindo possíveis distorções e trabalha com uma máquina mais enxuta e mais eficiente. Encaminhou projeto à Assembleia para vender ativos imóveis do Estado e tem realizado ações para crescer a arrecadação estadual".
A nota diz que "o RN tem hoje 103.866 servidores entre ativos, inativos e pensionistas, que geram uma folha salarial em torno de R$ 420 milhões. Os cargos comissionados representam apenas 0.5% dessa folha, o segundo menor percentual do país"
.

No RN, polícia investiga sumiço de adolescente de 13 anos

Sthefanny Rilleny da Silva está sumida desde o dia 27 de setembro.
Ela foi vista pela última vez em Natal, acompanhada por um homem.

Do G1 RN

Sthefanny Rilleny da Silva, de 13 anos, está desaparecida (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)Sthefanny Rilleny da Silva está desaparecida
(Foto: Divulgação/ Polícia Civil)
A Polícia Civil investiga o sumiço de uma adolescente de 13 anos que desapareu há 14 dias. Natural de Parelhas, cidade do Seridó potiguar, Sthefanny Rilleny da Silva foi vista pela última vez no dia 27 de setembro, quando desembarcando na rodoviária de Natalacompanhada por um homem.
De acordo com José Marcos de Lima, primo de Stefanny, ela nunca havia saído de Parelhas. "Na manhã do dia 27, ela foi até a rodoviária da cidade e pegou um ônibus com destino a Natal", afirmou. "Nós assistimos ao vídeo das câmeras de segurança que mostra ela acompanhada de um homem que é um conhecido nosso. Ele é daqui de Parelhas, mas tem negócios em Natal e sempre vai para lá. Ele confirmou que foi com ela até Natal, mas disse que estava só ajudando, que ela pediu para ele ajudá-la a chegar lá", disse o primo.
Por meio de nota, a Polícia Civil informou que a Delegacia Especializada em Capturas e Polinter (Decap) está investigando o caso. A polícia também pede que qualquer informação sobre o paradeiro de Sthefanny seja informada por meio dos telefones da Decap: (84) 3232-7867, 3232-7855 ou 3232-7078. As informações repassadas para a Polícia têm sigilo garantido.
"A família toda está aflita em busca de informações. Fazemos um apelo para quem puder contribuir de qualquer forma para encontrá-la: Entrem em contato com a polícia e nos ajudem a encontrar Sthefanny", apela José
.

TRE cassa registro de prefeito e vice-prefeito eleitos em Portalegre, RN

Vice-prefeito consta em lista por irregularidade em processo licitatório.
Decisão também afeta e impede o registro do prefeito eleito.

Do G1 RN

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte cassou, em julgamento realizado nesta segunda-feira (10), o registro do vice-prefeito eleito Ecimar de Euclides (PMDB) no município dePortalegre, na região Oeste do Rio Grande do Norte. Ele integra a chapa que venceu as eleições deste ano juntamente com o candidato a prefeito Neto Freitas (PP), que também fica com o registro indeferido devido à situação. Ambos podem recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral.
Em votação no Tribunal Regional Eleitoral, o resultado foi de foi 4 a 1 pela cassação.A decisão tomada pelo TRE se baseia na lista do Tribunal de Contas do Estado, na qual consta o nome de Ecimar por suposta irregularidade em processo licitatório quando foi presidente da Câmera de Portalegre.
Eleição em Portalegre
Neto Freitas foi eleito prefeito de Portalegre com 2.971 votos, o equivalente a 58,25% dos votos válidos. Em segundo lugar ficou Careca, do DEM, que obteve 2.087 votos (40,92%). Zé Rodrigues, do PC do B, conquistou 42 votos (0,82%)
.

Trio é detido após arrombamento em estabelecimento comercial

Flagrante aconteceu durante a madrugada, na Cidade Alta, em Natal/RN. 


FOTO: DIVULGAÇÃO / PM
Policiais do 1º Batalhão de Polícia Militar (1º BPM) flagraram na madrugada dessa terça-feira (11) dois homens e uma mulher cometendo arrombamento a um estabelecimento comercial na avenida Deodoro da Fonseca, no bairro Cidade Alta, no centro de Natal.
O trio foi visualizado por seguranças privados que acionaram a PM que conseguiu rapidamente chegar ao local e deter em flagrante José Rafael Gomes da Silva, de 23 anos, Josiel Braga da Silva, de 26 anos e Flaviana Viana da Silva, de 35 anos.
Todos foram conduzidos à Delegacia de Plantão da zona Sul de Natal onde ficaram à disposição da Justiça.

sexta-feira, 15 de julho de 2016

Para conter acidentes em rodovias, 


governo da Bahia abate 300 jumentos




jumentos-apreendidos-em-estradas-da-bahia-pela-prf-policia-rodoviaria-federal-sao-colocados-em-veiculo-para-serem-transportados-e-posteriormente-abatidos-1468594715853_615x300Jumentos apreendidos pela pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) em estradas da Bahia são colocados em veículo para serem transportados e posteriormente abatidos
O governo da Bahia resolveu tomar uma atitude radical contra os jumentos apreendidos nas rodovias do Estado (tanto federais quanto estaduais): abater os animais. Desde a segunda-feira (11), mais de 300 já foram mortos e até o final do ano ao menos 2.000 terão o mesmo destino.
A iniciativa visa conter os acidentes causados por animais nas pistas — ho entanto, o governo baiano diz não possuir estatísticas sobre quantos acidentes são causados pelos bichos.
O abate está sendo realizado por um matadouro da cidade de Miguel Calmon e é alvo de representação no Ministério Público Estadual por supostas irregularidades no serviço – o governo da Bahia garante que o matadouro trabalha dentro da legalidade.
De acordo com a Seagri (Secretaria de Agricultura da Bahia), “a atividade contou com a inspeção de cinco médicos veterinários da Adab [Agência de Defesa Agropecuária da Bahia], que garantiram o cumprimento de todas as exigências higiênico-sanitárias e de bem-estar animal”.
Antes do abate, os animais são encaminhados a uma propriedade para realização de exames clínico e laboratorial, informou a Seagri. O couro será vendido aos chineses, e a carne alimentará animais do zoológico de Salvador e o restante transformado em ração animal.
Limite de peso
De acordo com a Seagri, só são abatidos os jumentos que pesem, no mínimo, 100 quilos. O procedimento – diz o órgão – é praticamente igual ao realizado com bovinos. A ação é realizada com base na Portaria Estadual nº 255/2016, que define os critérios para o abate de equídeos na Bahia.
“O estabelecimento que está realizando os abates encontra-se dotado de instalações, equipamentos e utensílios adequados para este fim, e também para manipulação, acondicionamento e conservação, permitindo a segregação em câmaras frias exclusivas para este tipo de atividade”, afirma a Seagri.
Ainda segundo a secretaria, além de animais apreendidos, estão sendo abatidos também animais adquiridos junto a criadores do Estado. A estimativa é obter cerca de 200 toneladas de produtos, os quais receberão rotulagem específica com dizeres “produto não destinado à alimentação humana” e “rígido controle na armazenagem e distribuição”.
O diretor-geral da Adab, Marco Vargas, diz que a portaria do governo é clara e impede que a carne de jegue seja usada para o consumo humano, “considerando que o consumo de carne de equídeos não faz parte da nossa cultura, além de existir legislação que proíbe o abate para esta finalidade”.
“Mas como forma de aproveitamento, a carne será doada ao zoológico de Salvador, que vai alimentar grandes animais e o resíduo restante vai ser transformado em ração animal, em uma graxaria [fábrica de produtos não comestíveis]”, informou, acrescentando que a autorização para o abate é temporária.
Segundo o secretário da agricultura, Vítor Bonfim, “a regulamentação do abate garante a abertura de novos mercados, com foco na exportação de pele para a China, e promove um efeito amenizador, de forma humanitária e ética, no problema histórico dos animais errantes que, além de provocar acidentes em rodovias, servem como agentes disseminadores de doenças infecciosas e zoonoses”.
Um dos matadouros desiste de abate
Além do matadouro de Miguel Calmon, há um outro estabelecimento do mesmo tipo na cidade vizinha de Serrinha que foi habilitado pelo governo da Bahia para realizar o serviço.
Segundo o governo, no entanto, o proprietário do matadouro de Serrinha, “por iniciativa própria, decidiu [nesta terça-feira, 12] pela não realização do abate”.
“Desconhecemos os motivos que motivaram a desistência por parte dos dirigentes. Vale ressaltar ainda que o abate de jumentos é uma atividade legal, pois encontra-se regulada e fiscalizada pela Seagri e Adab”, diz um comunicado oficial.
A assessoria de comunicação do Ministério Público Estadual informou que no caso de Serrinha foi orientado pelo órgão que seja comprovado “o encaminhamento dos animais para pastagem, disponibilizando água, alimentação, tratamento e abrigo adequados por meio, inclusive, da apresentação de laudo técnico por profissional habilitado, acerca das condições dos animais”.
A Promotoria não considera a “solução adequada e ética sob o viés normativo internacional e constitucional, sobretudo em se tratando de animais historicamente explorados, em situação de risco e maus-tratos”.
No caso do matadouro de Miguel Calmon, onde estão sendo feitos os abates, o promotor responsável pelo caso ainda analisará as providências a serem tomadas, informou a assessoria do Ministério Público Estadual. Ele recebeu uma representação de autoria não informada pelo órgão nesta quarta-feira (13).
UOL


Blog do BG: http://blogdobg.com.br/page/3/#ixzz4EWjZqW00

FOGO: Casal é flagrado fazendo 


sexo 


na entrada de biblioteca de faculdade



blog_sex_barcelonaSexo em público em Barcelona | Reprodução/YouTube(Hodgpodge Videos)
Um casal foi flagrado em vídeo fazendo sexo na entrada da biblioteca de uma faculdade de Comunicação e Relações Internacionais em Barcelona (Espanha), em plena luz do dia.
O flagrante foi feito por um estudante que passava pelo local. A biblioteca está fechada por causa das férias escolares.
Assista VÍDEO em texto na íntegra AQUI
Em abril, na mesma cidade da Catalunha, um casal foi visto tendo relação sexual na plataforma de uma estação do metrô. (relembre aqui)
Page Not Found, O Globo


Blog do BG: http://blogdobg.com.br/page/2/#ixzz4EWifut9r

Polícia Militar reconhece mulher por 


participação de assalto ao Banco do 


Brasil



Na tarde desta sexta-feira (15), policiais militares do 3º Batalhão de Polícia Militar reconheceram Amanda Gomes de Farias, 23 anos, como fugitiva da justiça por participar de um assalto ao Banco do Brasil de Parnamirim no dia 14 de junho deste ano, e abordaram a mesma, encaminhando para a 2ª Delegacia de Polícia Civil de Parnamirim.
No local, foi constatado que havia um mandado de prisão temporária contra Amanda, a qual foi encaminhada à Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor). Ela foi presa e encaminhada ao sistema prisional, onde deverá ficar à disposição da justiça.


Blog do BG: http://blogdobg.com.br/#ixzz4EWhkNEru